Projeto de Atílio Vivácqua fica entre os três primeiros colocados em concurso nacional da Embrapa

Dos 16 finalistas da Campanha Nacional de Combate à Erosão, iniciativa inédita da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o “Projeto Cochinhos em curva de nível”, de Atílio Vivácqua, ficou entre os três primeiros colocados. 

Único representante do Espírito Santo na competição, o trabalho é desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e tem como objetivo incentivar a construção de estruturas para captação de água em propriedades rurais do município e, assim, promover a recuperação de pastagem e de solo com erosão.

Os projetos ficaram disponíveis para votação pública, em formato de vídeo, no canal da Embrapa no YouTube, entre 5 de junho e as 12h da última segunda-feira (29). 

O vídeo vencedor foi o de Pedras Grandes da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), com 3.252 likes. O vídeo de Atílio Vivácqua obteve a segunda colocação, com 3.100 curtidas, porém com número maior de visualizações que a postagem campeã. A produção da Escola de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo (Esalq/USP), ficou em terceiro lugar.

Os três primeiros colocados ganharam um certificado da Embrapa, condecorações da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS), além de um kit da campanha ‘Stop soil erosion’ da FAO, com 10 publicações do organismo da ONU e da Embrapa. 

“Estamos felizes por termos participado desse tão importante evento. É muito gratificante para nós. Alcançamos esse resultado, principalmente, graças à parceria entre o Município e a Embrapa Solos de Sete Lagoas, de Minas Gerais, que criou esse projeto com cochinhos, que ainda está em etapa de pesquisa”, destaca o secretário municipal de Meio Ambiente, Márcio Menegussi.

Ele explica que Atílio Vivácqua se tornou uma espécie de vitrine para o desenvolvimento dessa pesquisa. “Aplicamos esse projeto no município em 2018, após irmos à unidade mineira da Embrapa e, lá, termos aprendido essa técnica com o responsável por essa pesquisa, o professor Luciano Cordoval, a quem fazemos um agradecimento especial por nossa conquista. Que, no futuro, essa tecnologia entre na cartilha da Embrapa, com nosso município servindo de exemplo para todo o Brasil”, acrescenta o secretário.

“Agradecemos, ainda, ao prefeito Josemar Fernandes e, dentre outros parceiros envolvidos, ao Governo do Estado, a todos os produtores rurais que fazem parte desse projeto, à Fapes (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo), à unidade do Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural) no município e a Renan Santos, do Grupo Escoteiro Marapé, que fez as filmagens do vídeo com o qual participamos da campanha da Embrapa. A bandeira de todos é a conservação do solo e da água, que são fatores essenciais para a vida no campo, o meio ambiente e a agricultura sustentável”, finaliza Menegussi.

Texto: Felipe Américo Bezerra (com informações da Embrapa)

Combate à erosão hídrica do solo com a tecnologia de curvas de nível com "cochinhos"

 

Resultado da campanha nacional de combate à erosão

Data de Publicação: quarta-feira, 01 de julho de 2020

LEIA MAIS...

Projeto da Secretaria de Meio Ambiente de Atílio Vivácqua é finalista de concurso nacional
Propriedade selecionada vira campo experimental do Projeto Barraginhas
ACOMPANHE A PREFEITURA
endereco ico
Endereço
Praça José Valentim Lopes, n° 02 - Centro
Atílio Vivacqua/ES
telefone ico
Telefone / Fax
(28) 3538-1109 / (28) 3538-1104
email ico
E-mail
comunicacao@pmav.es.gov.br
horario ico
Horário de funcionamento
Segunda a Sexta das 07h00 às 16h00